Até ao João de Deus eu fui


Nos últimos dias vivi uma experiência da qual sempre tive vontade e curiosidade, porém, nunca necessidade. Dessa vez, tomei a iniciativa pela necessidade de procurar por todas as alternativas existentes no mundo, para promover alguma melhora para minha adorada e admirada Mãe Maria da Penha.

Desde o dia 15 de Julho de 2008, quando nossa Mãe recebeu o diagnóstico da hipótese do tumor Glioblastoma Multiforme Grau 4, tenho me dedicado a estudar, pesquisar, conversar, me consultar com Neurologistas, Oncologistas e Homeopatas e de todos escuto que as chances são mínimas, considerando o quadro que envolve a idade da Maria da Penha, 85 anos, posição do tumor e tamanho do tumor. Por que Hipótese ? Porque só teremos a certeza se for realizada uma cirurgia para realização do exame de biópsia.

Como não preciso guardar essa dor dentro de mim, falo e converso normalmente com as pessoas sobre o tumor da Maria da Penha, como também não me privo de chorar quando a emoção supera a razão. É bom, alivia e não tem contra indicação. Como estou estudando Marketing, resolvi também divulgar e promover esse meu momento com os amigos e também nos espaços de relacionamento na internet. Assim, um amigo ficou sabendo e comentou comigo sobre o Médium João de Deus.

Para quem foi educado na religião católica (até primeira comunhão eu fiz), para quem já leu pouco sobre as demais religiões: Budismo, Espiritismo, Hinduísmo e outras tantas e, para quem fez quase a metade do curso de pós-graduação em parapsicologia, ter ido até o João de Deus foi um grande desafio.

Pela ótica da Parapsicologia, não existe incorporação de espíritos e não existem curas e cirurgias espirituais. Para medicina dos orgãos, também não existe.

Sabendo de tudo isso, mesmo assim, fui até o João de Deus.

Saí de São Paulo, com um casal de amigos que já tinham ido lá e uma amiga deles. Chegamos em Abadiânia na quinta-feira, dia 18 de noite. Demos entrada no Hotel, lanchamos ao lado dele e fomos dormir cedo. Dormi nada ou quase nada e, durante a noite, orei, meditei e mentalizei sempre em prol da saúde da Maria da Penha e também me preparei para conhecer e vivenciar essa experiencia no sentido de observar, perceber e captar, sem investigar e sem julgar.

Na sexta pela manhã chegamos bem cedo na Casa de Dom Inácio de Loyola e pegamos uma senha referente as pessoas que estavam indo pela primeira vez ou segunda vez. Por volta das 08:30 nos sentamos numa das salas, onde varios Brasileiros e Estrangeiros já estavam acomodados, todos vestidos de branco, já orando, meditando e mentalizando. Uma Mulher fez uma palestra, explicando o lugar, dando ênfase para que todos mantivessem seus tratamentos com seus respectivos médicos e que o tratamento espiritual não iria conflituar com o tratamento que estivesse ocorrendo fora dali e, vice-versa. Indicou também que ali não era local dessa ou daquela religião e que todos poderiam rezar suas próprias orações.

Ao final ela informa que o João de Deus já havia incorporado uma das suas entidades e que as filas iriam se formar para estar com ele.

Fomos para fila.

Da sala que estávamos, passamos em fila para uma outra e, dessa outra chegamos até ele um por um. Na minha vez, eu estava com o retrato da minha Maria da Penha e pedi pela sua cura e pela sua melhora. Ele me olhou nos olhos e me disse que voltasse na parte da tarde.

Dali fomos almoçar. Continuei no propósito de observar, perceber as sensações, perceber as pessoas que lá estavam em cadeiras de rodas, com suas enfermidades e com suas buscas e pessoas que estavam pedindo por outras pessoas.

Voltamos para mesma sala inicial e a mesma palestra foi repetida. No final, ela nos disse que o Médium iria estar conosco naquela sala. João de Deus adentrou, se apresentou, contou um pouco de sua história, frisou que não cura ninguém e quem cura é Deus. Incorporou Dr. Augusto de Almeida, fez duas cirurgias na frente de todos – vários filmes estão disponíveis no Youtube. Em seguida, deu alguns passos e derrepente se dirigiu a mim dizendo:

– Filho entra para a sala de operação. Eu gosto muito de você. Você era para estar recebendo energia. Vai para a nossa corrente. Não sei o que você está fazendo aqui fora. Pode entrar para minha sala de operação. (essa cena está gravada em vídeo)

Tranquilamente me dirigi para uma sala onde várias outras pessoas estavam orando e mentalizando seus pedidos.

Nesse momento rezei, orei, meditei e mentalizei tudo que podia em prol da Maria da Penha, da sua cura, da sua melhora, do seu não sofrimento. Pedi pelas pessoas que estão cuidando dela, pedi forças e fé aos meus irmãos e sobrinhos, para minha família e amigos, as enfermeiras, os médicos, enfim, por todos. Agradeci a força e ajuda que venho recebendo das pessoas e todo amor e cuidado quem tem sido canalizado para ela. Pedi que esse tumor fosse retirado da cabeça dela e colocado na minha, não por altruísmo e sim, porque aos 45 anos eu poderia ser operado, tratado com radioterapia e quimioterapia e curado. Assim eu seguiria em frente já que amo minha vida, meus filhos, minha mulher, minha família e meus amigos. Foi um momento muito intenso, sereno, calmo. Estava agarrado com uma camisa que ela havia vestido com a foto do Khym. Passei todos esses minutos abraçado com ela, lá no quarto dela em Petrópolis.
Não dá para expressar em palavras tudo que vivenciei nesse hora.

Pensei bastante nas pessoas da nossa família que já se transformaram em energia: Meu Pai Eddie, Minha Avó Nenem, Vô Pedro, Vô Solon, Vó Branca, Tio Mozart, Haroldo, Tia Dayse, Tio Airton, Tio Gataz, Tio Ivani, Tia Gely, Tia Iva, Tio Zuca, Tia Jalva, Tio Clóvis, Tio Renato e tanta gente que se foi. Sabemos que é um processo natural da nossa vida e que nos momentos de transição temos tanta dor e dificuldade de lidar.

Dali, depois de um bom tempo, todos foram para uma varanda. Lá, um dos membros da equipe do João de Deus se dirigiu para tirar nossas dúvidas e receitar um remédio feito a base de passiflora para ser tomado pelos pacientes.

Fui comprar o remédio na própria farmácia que existe dentro do Lar e dali fui encontrar meu grupo. Soube então, que a fila das pessoas que ele havia solicitado o retorno na parte da tarde, já havia se formado. Assim, fui para a fila. Passei de novo pelas salas onde várias pessoas meditavam e oravam e, chegando minha vez, mostrei a foto da minha linda Mãe Maria da Penha, a foto do seu tumor e pedi por ela. Ele pegou a foto do tumor das minhas mãos e me disse que iria cuidar dela.

Dali me retirei e voltamos para São Paulo.

Mesmo com a minha quase formação em parapsicologia, meu pragmatismo e racionalismo intenso, não sinto nesse momento que tenha sido inútil minha ida até lá.Principalmente, porque tudo que tenho buscado até aqui tem sido em prol dela.

Quero agradecer o apoio, o carinho, as palavras de incentivo que recebi da família e dos amigos que nessa sexta-feira dedicaram alguns dos seus minutos em prol da minha Mãe. Nenhum deles me julgou se eu deveria ou não ter ido até lá. Todos simplesmente deram a maior força para minha Mãe Maria da Penha.

Não que eu não acredite em religião, pois segundo o Dalai Lama, a melhor religião é aquela que te faz melhor. É aquela que te faz crescer, que alimenta sua fé é que te faz melhor perante aos outros. É que eu acredito em Espiritualidade, na força do pensamento e dos gestos. As religiões apenas tentam nos lembrar que precisamos reconhecer nosso espirito ou nossa alma como parte do nosso organismo e como os demais, devemos tratar dele também.

Aqui não vou julgar o João de Deus, se incorpora ou se não incorpora, se cura ou se não cura, se eu deveria ou não ter ido lá, se naquele local estavam ou não espíritos vibrando e agindo conosco. Fomos acostumados até aqui em acreditar naquilo que podemos ver e tocar, naquilo que podemos medir. Nosso orgão chamado Espirito ou Alma, ainda não pode ser medido ou tocado. Se nós continuarmos a existir nesse planeta, ou nos mudarmos para outro (caso esse não sobreviva em relação ao que fazemos com ele), com certeza, um dia, esse orgão será medido e tocado.

A luta continua e vamos continuar buscando o melhor para ela.

Meu Abraço em todos que estão cuidando da Maria da Penha

Anúncios

27 Comentários

  1. Adriana Carpegiani said,

    21/09/2008 às 11:41

    Facó,
    acredito que nada é por acaso e com certeza aprendizado, nós tiramos em todas as nossas experiências. Basta estarmos abertos, com mentes abertas para deixar nosso ser filtrar o que é preciso para desta experiência carregarmos com agente.
    Foi muito bom poder compartilhar com você esta sua caminhada, pelo carinho e amizade que cultivamos todos estes anos.
    Mas queria dizer uma coisa: o que sua mãe está passando é para ela passar. Não queira trazer para você o que ela esteja sentindo ou externalizando, achando que com isso vai solucionar o problema dela, pois como eu disse “nada é por acaso”. Precisamos respeitar este momento. Precisamos pedir pelo aprendizado, pois assim, ela não precisará passar por esta prova novamente, nem nesta vida e nem em outra se é que existe.
    Isso não significará que você ame mais ou menos as pessoas que vc ame. Respeito e reverência pelo outro, também é um ensinamento.
    Espero estar com você sempre.
    Um grande beijo,
    Adriana

  2. Aparecida Rosa said,

    21/09/2008 às 14:12

    Fabiano o que posso falar em ler um declaração de um filho q qualquer mãe se orgulharia do seu amor,respeito e perseverança em busca de sua cura p/ te-la sempre saudavél por perto.Só posso dizer que tenho um grande respeito e admiração pela sua luta incansável,e que me fez me emocionar em qto eu lia seu documentário,estou c/ vc e me orgulho de poder fazer parte um pouco de tudo isso.Que Deus te abençoe sempre,um grande beijo no seu coração.Cida

  3. Maria do Carmo said,

    21/09/2008 às 19:49

    Querido irmão,
    Achei muito linda sua narrativa e admiro sua coragem em dispensar tantos esforços no sentido de mehorar a condição da mamãe, mas, por favor, nem por um minuto v. deveria sequer pensar em querer traspor para v. o que ela está passando. Sei que é muito duro para nós, filhos – e para todos que amam – vê-la sofrer dessa forma, mas ela já está velhinha e já cumpriu – e muito bem – sua missão aqui na terra. V. tem seus fihos para criar, sua mulher,seus estudos e ainda muito para aprender.
    Embora um pouco menos bela, a vida continua, mesmo que não ouçamos mais a voz de nossa doce mãe.
    Um beijo e um abraço carinhosos,
    Duca

  4. Rachel said,

    22/09/2008 às 11:11

    Querido Tio,
    Hoje e somente hoje, ao ler a sua linda mensagem, me ocorreu que o que a nossa amada Mãe-Vó Maria da Penha está vivendo tem um significado maior do que talvez possamos compreender. Presente, quietinha, serena e sem falar; ainda assim, ela continua fazendo MUITO por nós. Quando você se imaginaria ou se permitiria deixar seu pragmatismo de lado, para se abrir para uma experiência nova? Quando você se permitiria ser genuinamente tocado por algo que não viu? Quando nós estaríamos – cada um a sua maneira – refletindo sobre a história dela, sobra a sua importância em nossas vidas, sobre a maior herança que ela nos deu: AMOR, BONDADE, GENEROSIDADE? Se a passagem dela fosse mais rápida, talvez não tivessemos estas mensagens de amor, não estivéssemos meditando e refletindo. A dor dela (e a nossa dor) me levou a voltar a frequentar a missa; levou-o até o João de Deus; me fez repensar a maneira como encaro o trabalho, a vida e certamente está produzindo em todos na família uma ação ou pensamento diferente antes que tudo isso começasse…
    Pensei muito que ela não merecia passar por isso…Mas, talvez, de uma maneira dificil de explicar, ela esteja – como sempre – fazendo isso por nós… “Fomos acostumados até aqui em acreditar naquilo que podemos ver e tocar, naquilo que podemos medir. Nosso orgão chamado Espirito ou Alma, ainda não pode ser medido ou tocado. Se nós continuarmos a existir nesse planeta, ou nos mudarmos para outro (caso esse não sobreviva em relação ao que fazemos com ele), com certeza, um dia, esse orgão será medido e tocado.”
    Um beijo no coração!

  5. Marquinhos said,

    23/09/2008 às 01:22

    Fabiano,
    Sabemos muito pouco sobre o universo, o destino, passado , presente , enfim o que representa realmente nossa existência neste planeta.Então eu acho que sim , valeu a sua ida ao João de Deus, vale a pena mover montanhas e mudar as estrelas de lugar quando temos um objetivo. Acho que Deus tem uma simpatia pelos inconformados e está sempre mudando seus desígnios dando aos heróis a oportunidade de interferir na realidade. Nós somos o que pensamos e o universo é moldado de acordo com a nossa vontade e quanto mais pessoas pensarem na mesma frequência mais poderosa se torna a intenção.
    Os humanos inventaram uma maneira prática e uma linguagem comum a todos para entrar numa mesma sintonia : a oração
    É pela oração que formamos uma egrégora poderosa de amor e de cura mas acima de tudo de compreensão de que sabemos muito pouco da estratégia global divina. A vida existe e é maravilhosa às vezes nem sempre do geito que gostariamos mas é a mesma e maravilhosa existência do todo dia.Porisso a cada dia que amanhece, aos primeiros raios de sol no fundo do nosso coração devemos dizer baixinho “Obrigado Senhor “.

  6. Maria Facó said,

    24/09/2008 às 09:06

    Que lindo! Poesia pura, a sua experiência! Criação, a cada vez, de um sentido que, sendo poético, desliza e não se deixa enquadrar.

    Um beijo,
    Maria

  7. 29/09/2008 às 17:55

    Fabiano,

    não me surpreende teu gesto de amor maior, tua beleza e busca perseverante.

    Um beijo com muito carinho.

    Regina

  8. Elisa said,

    08/10/2008 às 23:31

    Querido FF, estou solidária a seu momento, desejando a busca da serenidade, mesmo que não haja compreensão. Desejo, acima de tudo, muita saúde pra você passar por este processo com equilíbrio e amor. Com carinho, Elisa.

  9. Martha Alecrim said,

    07/03/2009 às 19:25

    Fabiano

    Ao ler sua experiência na Casa Dom Inacio de Loyola, fico refletindo como os caminhos espirituais são tão sábios. Constato que um Ser Superior, tenha Ele o nome que tiver, pode ser “energia”, nos leva sempre para o caminho que nos conduz a nossa evolução e melhoramento espirtitual. Como voce, por anos tive uma linda mãe Heloisa, que portadora da doença de Alzeheiner, me fez buscar novos caminhos que não fossem só o da medicina. Durante mais de dez anos, caminhamos juntas eu e ela buscando sempre o conforto espiritual que pode nos consolar, acalmar,e fazer entender que somos muito mais que matéria. A minha mãe não ficou curada, mas tinha uma serenidade que envolvia a todos nós da casa que convivíamos com ela. Seus olhos nos dizia “eu sei que voces me amam, e eu amo voces”. Isso bastou para termos a consciência de que se a amávamos era chegada a hora de sua partida, para um plano “desconhecido” para nós, mas com certeza bem melhor do que a vida vegetativa que estava tendo. Por experiência posso afirmar que sua caminhada espiritual começou agora,quanto mais conhecimento adquirimos, mais perguntas temos a fazer. Desejo a voce e todos os seus muita serenidade, e a sua Linda Mãe Maria da Penha, melhoras no corpo físico e muita Luz para o seu espírito. Que voce seja abençoado em sua tragetória.
    Martha Alecrim

  10. 10/03/2009 às 01:00

    Paz e Luz,
    Fiquei muito tocada, diante da sua narrativa.
    Procurando saber mais sobre o médium João de Deus na net, me deparei com seu texto.
    Nada é por acaso. Estou passando uma situação semelhante, minha mãe esta com linfoma, e sei como esta se sentindo.
    Sou Terapeuta e trabalho com a Espiritualidade,através da minha paranormalidade e sensitividade. Mesmo sabendo que somos amparados, entendo que o caminho que elas estão percorrendo, pode ser sim amenizado, com todo nosso Amor e Carinho.
    Iogonanda, mestre indiano disse: Acreditar em Deus e ter fé em Deus, são duas coisas diferentes.
    O que estou passando com miha mãe, vem me mostrando que precisava desesperadamente fortalecer está Fé.
    Isto tem me ajudado. Sei que o grande Criador nos ajudaráa atravessar este momento, e amenizar com Amor e Carinho o caminho que a minha e a sua mãezinha tem que passar.
    Vou levar minha mãe para Abadiania, agora mais que nunca.
    Tenha certeza que todas as vezes que for pedir por minha mãe , lembrarei da sua.
    Que Deus vos ampare e por favor se possivel mande noticias.

  11. Andrea said,

    17/03/2009 às 13:05

    Li sobre sua experiência na com João de Deus. Parabéns, sua mãe deve ser muito feliz por ter um filho como você. Ela ficará bem. Meu pai está com tumor no pâncreas e levarei a foto dele lá. Obrigada.Que Deus sempre te proteja e a toda sua família.

  12. Milton said,

    04/07/2009 às 10:54

    TESE DE MESTRADO JÁ DEFENDIDA, COMENTA MEDIUNIDADE (MÉDIUM NÃO ESPÍRITA) E CIRURGIA ESPIRITUAL COM BISTURI INVISÍVEL QUE DEIXOU CICATRIZ (FOTOGRAFADA).

    COMO OS CÉTICOS EXPLICAM O FENÔMENO? COMO FALAR EM FRAUDE DIANTE DE PACIENTE COM COMPROVADA IDONEIDADE MORAL?

    Vale recordar O CREDO DA CIÊNCIA de Huberto Rohden http://www.forumespirita.net/fe/index.php/topic,15503.0.html

    ——————————————————————————–

    MÉDICO do espaço

    Doutor Fritz opera pelas mãos de Chico Monteiro

    Júlio César DE SÁ Roriz

    Júlio César Roriz – Psicólogo Clínico e Consultor de Empresas. Fundador do Instituto Espírita Tarefeiros do Bem (IETB), concedeu entrevista publicada na Revista Cultura Espírita, ICEB – Instituto de Cultura Espírita do Brasil, Rio de Janeiro, Ano I – nº 3 junho de 2009. No seu Editorial observamos que esta edição é dedicada aos jovens, “porque há um tempo novo pela frente”.

    (VEJA AS FOTOS DA CIRURGIA no próprio autor)

    http://www.jornaldosespiritos.com/2007.3/ultimahora1.htm

    Quem é esse médium na visão de uma TESE DE MESTRADO (EFEITO INTELIGENTE) Nos comentários de Luiz Carlos Formiga (Eefeito inteligente)

    http://www.jornaldosespiritos.com/2007.3/colunistas.htm

    Luiz Carlos Formiga aposentou-se em 1996 pela Faculdade de Ciências Médicas da UERJ. Sua “última” contribuição foi publicada em 2004. – “Patterns of adherence to HEp-2 cells and actin polimerisation by toxigenic Corynebacterium diphtheriae strains. Microbial Pathogenesis, Grã Bretanha, v. 36, p. 125-130, 2004.” Hoje se dedica ao estudo das Ciências Jurídicas, tendo feito em 2007 uma comunicação com o título: “Prudência, Diligência e Perícia no Laboratório de Bacteriologia Clínica“. Veja em: http://www.univercidade.edu/uc/pesqcient/pdf/2007/amb_bacteria.pdf

  13. Jennifer B. C. Mingote said,

    03/02/2010 às 11:18

    Caro Fabiano,
    Li o seu artigo, falando sobre o contato com João de Deus, para tentar curar o problema de sua mãe…
    Estou com o pai na mesmo situação, tumor cerebral, glioblastoma, grau IV, os médicos já disseram que não há mais nada a ser feito, ele já passou por cirurgia, radioterapia e ainda faz quimioterapia, porém fiquei sabendo sobre as cirurgias espirituais que o João de Deus realiza e das curas alcançadas, se possível me passe mais inormações sobre ele? como contato endereço, site, qualquer coisa que me leve até ele…
    Se não for muita invasão gostaria de saber sobre sua mãe, ela está bem?
    Quero deixar aqui os meus votos de melhora, e de força para toda a família, porque sei o quanto é dificil ver nossos pais passarem por tal situação.
    Obrigada!

  14. Flávia Paes Leme said,

    22/03/2010 às 11:45

    Sua experiência é realmente muito intensa. Tb. Fui criada dentro da igreja católica, porém a quase dois anos venho freqüentando o Lar Don Ignácio de Loyola em Petrópolis, filial de Abadiânia. Lá aprendi que o Espiritismo vem para agregarem-se as outras religiões, vem para pregar a caridade, pois, sem ela não há salvação.
    Fico muito feliz em saber que vc. é um filho zeloso e que preza pela sua família.

  15. ana santos said,

    22/03/2010 às 22:17

    Oi.
    Sou eu de novo. Meu neto apertou o teclado e creio que o e-mail foi enviado.
    Teu depoimento é de 2008, né? gostaria de saber como ficaram vocês, depois de tua ida à Abadiânia. Vou aqui no Sul, em Tres Coroas e durante o dia que passamos lá ouvimos, eu e meu marido, muitos depoimentos que às vezes, nos levam às lágrimas. Crianças, adolescentes, idosos…a estrada de Deus tem caminhos que seguem por muitas vias. Felicidades a você.

  16. Ricardo Tche said,

    31/03/2010 às 15:32

    Facó,

    Perder alguém é sempre muito difícil.
    Tu és um cara forte.
    Boa Sorte!
    Abraços,

  17. Gislene said,

    18/02/2011 às 09:33

    Olá Fabiano,

    Muito bonito seu depoimento.
    Frequento a casa de Dom Inácio também.
    Pra mim, é um lugar abençoado e João é um ser de luz.
    Os bons espíritos curaram os olhos da minha mãe ali. Ela ia ficar cega. Já estava desenganada.
    Paz pra você e toda a sua família.
    Nunca perca a fé.

    Um abraço,
    Gislene.

  18. Garcia Cruz said,

    04/03/2012 às 07:12

    Bom dia Fabiano.

    Estou falando de Portugal. Apenas quero dizer-lhe que o senhor é um grande homem. Quando “conheço” pessoas assim relembro que a humanidade tem um futuro promissor.

    Não sei que aconteceu entretanto com a saúde de sua mãe mas não tenho dúvidas de que a saúde do mundo registou melhoras e isso lhe agradará muito a ela.

    Um abraço de Portugal meu amigo.

  19. carla said,

    12/04/2012 às 17:00

    Fabiano, encontrei o seu blog e li o seu relato.
    Estou com a minha mae com os mesmos problemas que a sua e tenho algumas coisas para te falar e gostaria de saber o desfecho da sa historia, se possivel, me mande um e-mail?
    Abraços,
    carla

  20. Linda said,

    26/05/2012 às 14:11

    oi Fabiano eu tambem pensei em ir a ate ele mas desisti gostaria de saber mais sobre a saude de sua mae meu marido tb esta com este mal

  21. Claudio Casarin said,

    29/05/2012 às 11:04

    Fabiano, se possível comente o que resultou desse esforço feito. Tenho me dedicado ao estudo do espiritismo e quero melhorar sempre para encarnar em outro planeta.

  22. Facó said,

    01/06/2012 às 11:48

    Claudio, bom dia!

    Resultou na certeza de que tentei de tudo que estava ao meu alcance para tentar alguma cura para minha Mãe. Mesmo não acreditando nessas experiências, fui até lá!
    Pode ter me ajudado “terapeuticamente” no processo de aceitação. Assim como ocorre com as cartas “ psicografadas “

    Lhe desejo sucesso e resultados transformadores no seus estudos abraços

  23. ADEMIR DE PAULA said,

    19/07/2012 às 03:20

    OLÁ FABIANO,MUITO COMOVENTE SUA POSTAGEM,ME EMOCIONOU MESMO.EUE STAVBA MUITO AMARGURADO NESTA NOITE,E LER SEU ARTIGO ME DEU GRANDE FORÇA,E ME FEZ CRER NOVAMENTE QUE NUNCA DEVEMOS DESITIR.APROVEITO PARA DEIXAR MEU E-MAIL,POIS PRETENDO VISITAR ABADIÃNIA,E GOSTARIA DE PODER CONVERSAR COMQ UEM JÁ FOI LÁ.PAZ A TODOS. ademirdepaula1@hotmail.com

  24. 09/05/2013 às 12:37

    Facózinho me emocionei mto quando lí o seu relato. Meu querido nessas horas tudo é válido, não importa que religião v. está buscando a ” melhor ” é aquela que nos conforta. Muitos beijos para V. e muita paz para D. Maria da Penha. Facózinho desejo lhe acompanhar nessa missão. Meu email é: lauretaribeiro@uol.com.br me dê notícias. V. sabe o quanto eu gosto de V.Novamente milhões de beijos e muita perseverança.

  25. aline said,

    23/08/2014 às 07:53

    MOREI EM GOIÂNIA E FUI COM MAIS CINCO AMIGAS LÁ NENHUMA SE CUROU, ELE NÃO COBRA, MAS EM COMPENSAÇÃO ELE VENDE UMAS GARRAFAS COM REMÉDIOS QUE ELES FAZ QUE CUSTAVAM A SEIS ANOS ATRAS CADA $60,00 REAIS, SÓ PRA MIM RECEITOU 3 DESSES PRAS OUTRAS, MAIS 3. 3X5= 15X60 = 900,00 REAIS. TADINHO O SANTO NÃO COBRA NADA, MAS EM 5 CONSULTAS GANHA 900, 00 REAIS, EXPLORAÇÃO!!!! JÁ FUI MUITO AO ESPIRITISMO E A LEI DO ESPIRITISMO É DAR DE GRAÇA O DOM QUE DE GRAÇA SE RECEBE DE DEUS, ELE FAZ COMÉRCIO DISSO!!!!

  26. Luiz said,

    28/11/2014 às 19:09

    Olá, Boa noite. Meu nome é Luiz. Vi seu relato na Internet sobre a sua passagem ao médium João de Deus.
    Gostaria de saber informações da sua Maria da penha.
    Espero não o constranger.
    aguardo resposta.
    Luiz.

    • Facó said,

      02/12/2014 às 09:24

      Luiz, bom dia! Minha Mãe teve diagnóstico de câncer cerebral em julho de 2008 e faleceu em março de 2009. Fui ao João em setembro. Serviu para gerar em mim a sensação que tentei de tudo, já que uns 4 médicos não indicaram cirurgia e nem tratamento, devido ao tamanho do tumor, posições e idade dela (85anos). Espero ter ajudado. abraços


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: